A artista tailandesa fazendo jóias sustentáveis nos vilarejos da Tailândia – Calça Thai

A artista tailandesa fazendo jóias sustentáveis com os habitantes do norte da Tailândia

14 Setembro 2015
0 comments

Escrito por Calça Thai

Aqui na Calça Thai fazemos calças mas também somos amantes da Tailândia e da cultura tailandesa.

A artista tailandesa fazendo jóias sustentáveis com os habitantes do norte da Tailândia


Narueporn Sanpakijwattana



Conheça Narueporn Sanpakijwattana, formada em gestão de marketing, que após 6-7 anos no mundo corporativo, percebeu que sua verdadeira paixão era a arte e o design de produtos. 

A história começa em 2006, quando Narueporn viajou para Toronto, Canadá, e imergiu-se em arte principalmente através da leitura e autodidatismo, mas também visitando museus. Um dia, ela decidiu criar um longo colar de arame e miçangas simples. Para sua surpresa, seu design simples mas notável chamou a atenção de várias lojas de grife em Toronto que expressaram desejo em estocar o colar imediatamente.

 


Dois anos depois em Bangkok, Narueporn começou estudos mais aprofundados em materiais e técnicas de joalheria, como folheamento. Logo após vendeu suas primeiras peças na Tailândia, num festival dirigido pelo TCDC (Thailand Creative Design Centre). Estes primeiros designs envolveram não somente seu agora característico arame, mas também alguns tecidos indesejados de sua mãe, misturados com pedras semipreciosas. O feedback que ela recebeu do evento foi inspirador. Narueporn percebeu que as pessoas amaram sua mistura de tecido e pedras semipreciosas, que, na época, era uma prática incomum na Tailândia.

A exibição foi um momento decisivo. Foi o momento em que ela decidiu abandonar sua carreira em marketing e focar toda a sua energia em reinventar-se como designer e produtora de jóias. Foi uma grande decisão, mas ela não se arrepende. Em 2009 já estava apresentando seu trabalho para a BACC (Bangkok Arts and Cultural Centre) em Bangkok e expandindo sua escala de produção. Interessada em produção sustentável, viajou de tem para Udon Thaniin no nordeste e Nakhon Nayok, uma província pobre na Tailândia central. Lá, convidou os moradores do vilarejo a tentar fazer jóias e agora emprega 3-5 moradores meio-período para ajudá-la na confecção de peças para sua marca, Mignonie.

Brincos da Mignonie

Brincos da Mignonie

 

Como membro do SACICT (Support Arts and Crafts International Centre of Thailand), ela foi escolhida para vender seus designs de arame na loja do SACICT no Aeroporto Internacional Suvarnabhumi e participa de várias outras exibições de artes e ofícios nacionais.

Apesar de seu sucesso, Narueporn está determinada a manter seus designs únicos e exclusivos. Portanto, continua a fazer apenas produção de pequena escala, com a maioria dos designs limitados a somente 5 peças e algumas até mesmo peças únicas. O que ela pode vender a qualquer hora depende não só de quais pedras semipreciosas estão disponíveis, mas também de sua inspiração; flores, árvores e natureza.


Mulheres trabalahando para Mignonie
Nos vilarejos, ela agora é considerada uma amiga. Uma das mulheres com as quais ela trabalha recentemente disse a ela que graças ao trabalho de meio-período pode sustentar sua filha, que também está estudando arte na universidade. Outra está com doença no sangue e não é capaz de trabalhar em um escritório ou fábrica. Ela está imensamente grata por ter encontrado uma forma de se sustentar trabalhando em casa.

 

Sobre a marca

Mignonie é uma marca de jóias tailandesa inspirada por design de arame desde 2008. Inclui uma gama de brincos, colares, pulseiras e outros acessórios joalheiros feitos à mão, de prata ou latão.

As jóias de arame Mignognie são desenhadas pela dona e feitas à mão por mulheres da zona rural das províncias de Nakhon Nayok e Udonthani. Desta pequena forma, rendimentos aumentam e a qualidade de vida melhora para aqueles com sorte o suficiente para trabalhar com a marca.

O mais novo canal da Mignonie, Etsy, lançado em maio de 2015, está em www.etsy.com/shop/mignonie

Deixe o seu comentário