Blog Calça Thai - Estilo, moda, novidades e notícias do universo Thai

Calça Thai

Conheça o Sai Sin: o Sagrado Fio Branco Tailandês

Se você vai à Tailândia com certa frequência, é bem provável que já tenha recebido pulseiras brancas em algum momento dessas viagens. Ao contrário da simplicidade que possa aparentar, essa pulseira de algodão, chamada de "Sai Sin", é repleta de significados e é sobre ela que vamos falar neste post!

O significado do Sai Sin
O Sai Sin pode ser oferecido a você por um tailandês e até mesmo um monge. Mas antes disso, saiba que a linha que compõe a pulseira foi abençoada por um monge budista. O Sai Sin dá proteção e saúde a quem o usa e sua cor normalmente é branca por representar a pureza no budismo; mas dependendo da região em que você está e da ocasião, pode ser que o Sai Sin tenha outras cores, como o vermelho. O sagrado fio branco não é usado apenas no pulso. Ao visitar um templo tailandês em um importante feriado budista, certamente você verá linhas de barbante branco ‘saindo’ das principais imagens de Buda e passando por toda a extensão do templo.

Sai Sin ligado às principais imagens de Buda passando por toda a extensão do templo
O Sai Sin em cerimônias budistas
Ele está presente em diversos ritos na Tailândia, incluindo casamentos e funerais, além de cerimônias de bênção quando alguém se muda para um novo lar. Nos casamentos tradicionais, o Sai Sin se conecta à cabeça do casal de noivos. Amigos e familiares também amarram Sai Sins nos pulsos dos noivos. Já em alguns funerais tailandeses, o fio branco pode ser visto ao redor do crematório (em três voltas) para desejar boa sorte ao falecido e proteção na próxima vida.

Em cerimônias maiores, geralmente há uma grande bola de barbante que primeiro envolve a imagem de Buda para depois ser passada aos monges. Feito isso, o fio é passado para todos os demais presentes. Nesse momento, todos estão fazendo a saudação Thai (conhecida como wai, em que as mãos estão unidas em frente ao rosto). O fio passa entre as mãos até chegar à cabeça onde é amarrado após algumas voltas, mas também pode ficar apenas ao redor dos dedos. O importante é que o fio conecte todos aos monges e à imagem de Buda. Simbolicamente, o cântico entoado pelos monges e o mérito envolvido são então transmitidos ao longo do fio, alcançando todas as pessoas presentes.

Sai Sin conectado à cabeça durante cerimônia budista
Há alguma regra de etiqueta para uso do Sai Sin?
Você não precisa ser budista para aceitar o Sai Sin. Normalmente ele é oferecido como um ato de hospitalidade, então pense nele como um amuleto da sorte se alguém quiser amarrá-lo no seu pulso. Nunca recuse o Sai Sin pois será desrespeitoso com quem está oferecendo-o a você.

Caso esteja em um templo e um monge queira amarrar o Sai Sin em torno dos seus pulsos, é educado fazer uma pequena doação, de pelo menos 20 bahtes (moeda tailandesa), em uma das caixas que estão disponíveis para isso. Uma curiosidade é que como monges e mulheres não podem se tocar, ao ver um monge prendendo o Sai Sin no pulso de uma mulher, repare como ele é cuidadoso para não encostar nela.

Como nós já te contamos, o Sai Sin carrega o mérito e a proteção como significados e ao assumir a forma de um círculo (seja em volta do pulso ou da cabeça), acredita-se que o fio tenha um poder protetor ainda mais forte por seu formato contínuo.

Sai Sin: o Sagrado Fio Branco Tailandês

Ao usar o Sai Sin, não pense que é preciso mantê-lo por meses ou esperar que ele ‘caia’. Seguindo a crença budista, você pode usá-lo por pelo menos três dias. Isso porque o três é um número muito significativo para eles por representar a Joia Tripla ou as Três Joias do budismo: Buda, Dharma (os ensinamentos de Buda) e Sangha (a vida monástica). Assim, ao usar o seu Sai Sin por esse tempo você mostrará que apreciou o presente recebido. Para removê-lo a dica fica por conta das tradições antigas que dizem que você deve desatar o fio suavemente ao invés de cortá-lo.

Loja Calça Thai


Descubra o Festival mais misterioso da Tailândia: as Bolas de Fogo de Naga

As Bolas de Fogo de Naga é aquele tipo de Festival único de se ver e que só poderia mesmo ser encontrado na Tailândia. Nele, as pessoas se reúnem ao longo de um trecho de 250 km às margens do rio Mekong (que separa o Norte da Tailândia do Laos) para observar as brilhantes bolas de fogo que são disparadas para o céu. O número de bolas pode variar entre centenas e milhares, e a responsável seria a mítica 'Phaya Nak' (ou Naga), uma serpente marinha gigante que mora dentro do rio, adormecida, e que ao acordar sopra bolas de fogo (segundo a crença popular)!

Pessoas à espera das Bolas de Fogo de Naga

 
Esse fenômeno ocorre sempre ao final ou logo após o período da 'Quaresma Budista', que normalmente acontece entre o meio/final de outubro até o início de novembro. Neste ano, o Festival será em outubro, após 13 de outubro, quando a 'Quaresma Budista' terá fim e neste post, vamos te contar a origem desse fenômeno e as possíveis explicações científicas. 

Seria Magia ou Ciência?
Como você já deve ter percebido, o fenômeno das Bolas de Fogo de Naga é um espetáculo impressionante, envolto em mito e ciência, afinal centenas de esferas vermelhas brotam da água rapidamente iluminando o céu escuro por alguns segundos antes de desaparecerem no ar. Não é à toa que esse acontecimento desperta o interesse de cientistas e moradores locais há muito tempo, cada um com sua opinião formada à respeito. Para os moradores da região, Naga acorda todos os anos na mesma época (em noite de lua cheia) para homenagear a conclusão da Quaresma Budista ou do Retiro das Chuvas, também chamado de ‘Vassa’. Há também quem acredite que esse seja o retorno de Buda em forma de Naga.

Bolas de Fogo Naga Tailandia

No budismo, hinduísmo e jainismo, os Nagas são seres metamórfos, que podem assumir a forma que preferirem: seja totalmente humana, meio serpente, meio humana ou completamente serpente. Na Tailândia, o Naga é uma rica divindade do submundo, guardião do tesouro no reino subaquático de Patala-Loka ou Naga-Loka, um lugar lindamente ornamentado com pedras preciosas. Eles também são considerados protetores de Vientiane (capital do Laos) e poderosos animais mágicos na área do rio Mekong.

Naga: serpente marinha gigante que sopra bolas de fogo

Na Tailândia, atualmente, o fenômeno é considerado um verdadeiro Festival, muito aguardado e comemorado. Multidões se reúnem soltando fogos de artifício, foguetes e balões coloridos até que as brilhantes bolas de fogo comecem a surgir da água. Cada bola é recebida com muito barulho por todos que assistem! Mas se para os habitantes locais não há dúvidas de que as luzes são sobrenaturais, para os cientistas ainda não há uma explicação exata de como as bolas de fogo se formam, embora existam algumas teorias que tentam esclarecer o fenômeno.

Teorias científicas sobre as Bolas de Fogo de Naga
Cientificamente, não há uma conclusão sobre quais fatores influenciariam no fenômeno, mas nós vamos te contar as principais teorias. A primeira delas defende que as bolas são gases pantanosos, formadas quando bolsões de metano se desenvolvem por decomposição do material orgânico localizado no subsolo do rio. Ao chegar à superfície, a bola entra em contato com o oxigênio presente no ar, resultando em uma combustão espontânea (com chamas). Outra teoria alega que é necessário um alinhamento preciso entre a Terra, o Sol e a Lua para que a combustão ocorra e que o rio Mekong fornece as condições necessárias para isso. Daí, a principal razão para o fenômeno acontecer exclusivamente na Tailândia e em uma determinada época do ano.

A terceira teoria é similar à primeira, mas para os cientistas que trabalham com essa hipótese o gás não seria metano, mas sim outro também inflamável, a fosfina (fato comprovado experimentalmente pelo Ministério de Ciência da Tailândia). No entanto, a teoria não deixa claro como o processo acontece naturalmente já que a fosfina é um gás produzido pelo homem para diversos fins industriais por meio de um processo químico cuidadosamente orquestrado. Por fim, a quarta teoria afirma que as bolas de fogo são esferas de plasma de formação livre, criadas quando a eletricidade é descarregada no rio.

Bolas de Fogo Noite

Mesmo não havendo um consenso para o fenômeno, a beleza e o misticismo do Festival permitem que as pessoas celebrem e admirem as brilhantes bolas de fogo. Sejam elas mágicas, sopradas pela serpente que acaba de despertar, ou um resultado da mistura de metano com o ar, é simplesmente incrível assistir ao fenômeno; algo tão raro e que não pode ser visto em nenhuma outra parte do mundo!
 

Loja Calça Thai


Calças Tailandesas em São Paulo? A gente te conta onde comprar

Que todos os nossos produtos são feitos à mão na Tailândia e enviados para o mundo todo, você já sabe! Mas em São Paulo é possível encontrar calças tailandesas? Sim! E neste post vamos te contar exatamente onde comprar. Antes, vamos te dar algumas dicas para que você não compre ‘gato por lebre’, ficando atento a todos os detalhes que diferenciam essas peças cheias de personalidade e significado.

Roupas Indianas são fáceis de encontrar... mas e as Tailandesas?!
Por sua rica diversidade, nas décadas de 1960 e 1970, a moda ocidental adotou elementos do vestuário indiano. No entanto, o inverso também aconteceu, e a moda indiana acabou absorvendo elementos do vestuário ocidental. Essa ‘simbiose’ voltou a acontecer durante as décadas de 1980 e 1990, quando o multiculturalismo na moda se estabeleceu, com designers ocidentais incorporando o artesanato, as técnicas e os tecidos tradicionais indianos ao mesmo tempo em que designers indianos permitiam que o Ocidente influenciasse seu trabalho.

Tecidos tailandeses e indianos

A moda tailandesa também é plural, variando de acordo com a região do país e o governo em cada período histórico, mas a sua vinda para o ocidente foi tardia e em menor grandeza. Porém, o oposto foi percebido internamente, uma vez que a moda Thai foi fortemente ocidentalizada ao longo do século XX devido a políticas e mandatos que visavam a ‘modernização’ do país. Se anteriormente, roupas tradicionais tailandesas eram usadas todos os dias pela população, hoje elas são escolhidas apenas em cerimônias tradicionais e ocasiões especiais. Por todos esses motivos a moda tailandesa é tão rara de ser encontrada no ocidente, ao contrário da indiana.

Saiba diferenciar as calças Indianas das Tailandesas
Ficar em dúvida é bastante comum, até porque há muita influência indiana na cultura e na moda tailandesa (como já te contamos em um outro post aqui do nosso Blog). Pelas cores e tipo de corte, não é possível diferenciá-las, já que ambas são amplas e cheias de cores, mas existem características importantes que você deve notar. A primeira delas é a estampa. O Elefante (por exemplo), é um importante símbolo da Tailândia e que pode ser visto exclusivamente nas estampas Thai. Já a Paisley (muito usada pelos Hippies e que tem origem persa) está presente tanto na moda indiana quanto na tailandesa. Na nossa Calça Onda, ela é a protagonista em diversas cores.

O segundo aspecto de diferenciação que você deve observar é a qualidade. Enquanto as roupas indianas, mais comuns de se ver por aí, são produzidas em maior escala, sem grande zelo aos detalhes, tecidos e acabamentos, a produção da Calça Thai é totalmente artesanal, feita à mão por artistas independentes nas comunidades tailandesas; prova do nosso cuidado com a confecção e com as tradições. No post especial que criamos comparando as calças indianas e tailandesas você pode entender mais sobre as diferenças. Confira!

Calça Mata Preta
A Calça Thai tem loja física?
Se tem uma pergunta que sempre nos fazem, é essa: Quando vocês terão uma loja física no Brasil? A Calça Thai é apenas uma pequena empresa estrangeira e ter uma localização física em todos os países onde atua geraria custos indiretos, o que influenciaria o valor final das nossas peças. Assim, precisamos estar na Tailândia para garantirmos peças exclusivas (com qualidade e autenticidade), preços justos, e atendimento para todo o Brasil; então a loja online é o nosso meio de chegar até você!

Mas então... onde posso encontrar?
Se estiver por São Paulo, você pode ver bem de pertinho algumas das nossas coleções no ESYSP | Estudio de Yoga São Paulo, que é um centro de referência de Yoga na cidade e reúne aulas, workshops, cursos de formação, além de alguns produtos Calça Thai. No momento, você pode encontrar camisas masculinas e calças (tanto masculinas, quanto femininas). Bacana, não é?!

O ESYSP fica na Rua Cel. Oscar Porto 836, no Paraíso, em São Paulo, e os horários de funcionamento são:
- Segundas e Quartas: das 11h30 às 20h
- Terças e Sextas: das 8h30 às 17h
- Quintas: das 13h às 17h


Se você não for de São Paulo e quiser garantir nossas calças, blusas, bolsas e kimonos, lembre-se que a nossa loja online está a apenas um clique de distância!

Loja Calça Thai


Melhores Apps de Meditação 2019: Guia Completo com os 5 principais Aplicativos

A meditação é uma prática antiga e que cada vez mais tem ganhado popularidade por proporcionar o aumento da capacidade de concentração e relaxamento mental. Em um mundo cada vez mais conectado, os níveis de estresse da sociedade se tornam mais e mais elevados na mesma medida em que também aumenta o número de pessoas que procura um método eficaz (e prático) para aliviar esse estresse. Assim, a busca pela Meditação Guiada por meio de Aplicativos tem crescido e despertado o interesse de quem gostaria de se tornar, ou já é, adepto da prática.

Como existe muita oferta de Aplicativos assim por aí, o Blog da Calça Thai preparou este guia com os 5 Melhores Apps (todos disponíveis gratuitamente para sistemas Android e iOS)!

Pessoas Meditando em Posição de Lótus
Mas antes... você sabe o que é Meditação Guiada?
A meditação guiada é um estado de concentração e relaxamento liderado por outra pessoa, ou ferramenta. Pode ser um instrutor de yoga, um guia religioso, uma gravação ou até mesmo um Aplicativo especializado (como vamos te indicar). O guia instruirá você a relaxar os músculos específicos do corpo até que estejam confortáveis e, então, o conduzirá por imagens e visualizações mentais. A meditação guiada pode ser tão curta quanto alguns minutos ou até levar várias horas. Tudo dependerá do seu tempo. De qualquer forma, o objetivo será sempre o mesmo: alcançar a cura mental, emocional e física e aliviar o estresse.


MeditopiaMeditopia
Pra começar, esse App fará uma enquete rápida para entender como você deseja seguir na prática da meditação, perguntando por exemplo: qual é a sua necessidade e quantas vezes na semana você quer meditar e em quais horários? Na aba ‘Hoje’ você encontrará os destaques do Meditopia, como os ‘desafios’ que te estimularão a seguir rotinas importantes para que você internalize a prática. Nessa parte do App você também verá os exercícios diários de meditação, além de práticas guiadas (também disponíveis em ‘Programas’) com foco em momentos importantes, como: dormir bem, solidão, aliviando tensão e necessidade de concentração. O Meditopia também sinaliza quais são as práticas mais populares entre os seus usuários. Outro incentivo é que ele te mostra, em tempo real, quantas pessoas estão meditando fazendo uso do App naquele momento. Bacana, não é? Assim você tem certeza de que não está sozinho em sua busca por mais equilíbrio.

Na aba ‘Música’ você terá um grande acervo de sons à disposição. A primeira opção dessa parte é o botão ‘respire’ que te fará ter foco na inspiração e expiração. Caso escolha uma música para a sua prática, ao invés de sons da natureza, o App te contará quais são os instrumentos utilizados na composição, além de curiosidades. Por fim, na aba ‘Perfil’, o Meditopia mostrará os seus dados, como um medidor de mindfulness, o tempo que você meditou na semana, sua jornada pela meditação... enfim, informações que te ajudam a visualizar seu avanço na prática. Nesta parte você também poderá fazer notas sobre suas experiências na meditação, consultar o blog do Meditopia, e quais os programas mais ouvidos por você, com o registro das suas emoções. Ao ativar as notificações, o App também te mostrará mensagens positivas e de estímulo para que você siga na meditação. Ao encontrar o Meditopia em sua loja de Aplicativos, você verá que é possível fazer o teste grátis e também a assinatura dos planos mensais, semestrais ou anuais que dão direito ao uso de todos os recursos disponíveis.


ZenZen
Assim que você baixar, o App te perguntará: qual é o seu objetivo? De acordo com a sua resposta, ele mostrará dicas e programas direcionados ao que você busca. Basicamente, no Zen você pode seguir três caminhos: programas de meditação mais longos, meditações pontuais por temas, como ansiedade, emagrecimento, insônia, ou uma meditação de acordo com o seu sentimento no momento (vamos falar melhor sobre cada um deles conforme formos avançando pela navegação do App). Você encontrará cinco ícones no rodapé da tela. Esse será o seu menu de opções. No primeiro (balão de diálogo) o Zen compartilha frases que inspiram harmonia, motivação e reflexões. Ao deslizar a tela você verá mais frases ou poderá selecionar o tema das que gostaria de ler (botão à esquerda). No segundo ícone (estrela) estão os destaques do App com os temas mais procurados. Já no ícone central (ciclo) você verá todos os programas de meditação que o Zen possui. Você pode tanto navegar pelas opções como também pesquisar por categorias (puxando a tela para baixo) e até favoritar os programas que tiver maior interesse para seguir depois (clicando no ‘coração’).

No ‘rostinho feliz’ estão as terapias diárias em que você pode sinalizar como você está se sentindo naquele momento (tranquilo, triste, desanimado, irritado etc.) e seguir a meditação recomendada. Por fim, no último ícone estará o seu perfil com a sua pontuação atual (a cada meditação ele te dará pontos) e a comparação com a média dos demais usuários; o registro das suas atividades dentro do Zen, bem como suas conquistas; os programas favoritos; e configurações do App. Também é possível programar notificações tanto das reflexões (frases que comentamos no comecinho) quanto dos horários que deseja meditar. Esse Aplicativo também conta com avaliação gratuita por até 30 dias e assinatura anual para uso de todos os recursos disponíveis.


Vivo Meditação Vivo Meditação
Na tela inicial, o App te mostrará um vídeo de apresentação e também a opção de se cadastrar usando sua conta no Facebook. Em seguida, ele fará três perguntas rápidas para traçar o seu perfil, como: qual é a sua experiência com a meditação e qual o seu objetivo com a prática. Em ‘Início’ o Vivo Meditação mostrará os seus objetivos (a princípio, ele indicará o que você respondeu na enquete, mas também há a opção de adicionar novos), a meditação da semana e o seu progresso na prática. Na opção ‘Explorar’ você encontrará os programas de meditação com temas específicos. Eles são compostos por ‘coleções’. Cada uma delas tem um número variado de meditações que você pode escolher pensando em quanto tempo gostaria de dedicar (serão sempre 3 opções). Nele, você também pode seguir o tipo de meditação que preferir (são cinco opções disponíveis), todas guiadas. O App também te dá a opção de escolher a trilha que acompanhará as orientações.

Um fato bacana sobre o Aplicativo é que todo o seu conteúdo foi desenvolvido pelo mestre Satyanatha, monge brasileiro, e é a voz dele que te guiará pelas mais de 800 meditações voltadas para expandir sua consciência e viver a espiritualidade no dia a dia. Também foi inspirado no mestre que o desenho, símbolo do App, foi criado. Por fim, na aba ‘Você’ o Vivo Meditação trará as suas estatísticas (tempo meditado, número de meditações concluídas e a duração média). Também há uma galeria de vídeos que fazem desde a apresentação do App, passando por conceitos básicos da meditação até dicas de postura e locais ideais para a prática. Um interessante diferencial do Vivo Meditação é a ‘Área Kids’, com conteúdos voltados para as crianças. Assim como os outros Apps que comentamos aqui, você pode fazer uma avaliação grátis para depois escolher o plano mensal, semestral ou anual para uso ilimitado.


Insight Timer Insight Timer – Meditação
Apesar do nome ser em inglês, o App está disponível em português! E se você ficou curioso pra saber o significado do símbolo que está no ícone do Insight Timer, saiba que é o ‘Basu’, um dos diversos tipos de sino usados para meditação. Ao todo são 5 abas de navegação e vamos falar sobre cada uma delas, começando pela primeira (globo terrestre). Nela você encontrará um menu de acesso rápido às principais funcionalidades do App, como o Timer (depois vamos falar mais sobre ele), as Meditações Guiadas, conteúdos exclusivos para crianças e adolescentes, Podcasts (além de palestras, entrevistas e leituras que você pode selecionar por tempo e por tema), as Meditações Diárias (disponíveis apenas em inglês), entre outros atalhos. Ainda na página inicial do Aplicativo estão os destaques, como os kits sobre os assuntos mais populares e indicados para quem está começando (meditação, ansiedade e estresse) e o marcador (no mapa mundi), em tempo real, de quantas pessoas estão meditando com o App naquele momento e naquele dia. Ao clicar nessa parte, você irá para a ‘Comunidade’ do Insight Timer em que as atividades dos membros são exibidas.

Você pode convidar amigos que se interessam por meditação e também marcar a sua localização para que a sua prática seja compartilhada pelo App.
Na segunda aba (Meus Favoritos) você pode consultar as marcações que fez e ver um histórico recente dos conteúdos que acessou. Já na aba central (Cursos) estão as Salas de Aula Consciente com 200 cursos voltados para ansiedade, estresse, sono etc. (com duração de 10 a 30 dias). Na sequência está a aba de ‘Procura’, em que você pode buscar por pessoas, áudios e grupos e, por fim, o ‘Meu Perfil’ mostrará o seu progresso entre outras informações pessoais. Nessa aba você também encontrará os ‘Grupos’ do Insight Timer que são formados pelos próprios membros e usados para discutir temas importantes, como meditação e espiritualidade. Você pode filtrá-los de acordo com o idioma (em português, são mais de 150 grupos). Uma característica interessante do App é justamente essa interação social. Você pode conhecer pessoas da sua cidade, e até de outros países, e se tornar amigo compartilhando suas vivências e aprendizados. Outro diferencial é o recurso de ‘Timer’ (que comentamos acima) em que você começa escolhendo o tempo e a atividade que deseja realizar (Meditação, Yoga, Tai Chi, Caminhada e até mesmo Oração) , segue para o som ambiente que gostaria de ouvir (de instrumentos relaxantes, como a cítara, à sons da natureza, como a chuva) e, por fim, o toque que sinalizará o final da prática. A dica fica por conta dessas escolhas. Pense em todos os elementos que te ajudarão a manter a concentração. Você pode testar o Insight Timer gratuitamente por 7 dias e depois se tornar um Membro Plus (assinatura anual) com acesso às mais de 20 mil meditações guiadas e faixas de música.


LojongLojong: Meditação e Mindfulness
Se você achou esse nome estranho, saiba que ele significa ‘treinamento da mente’ na tradição budista. Assim que abrir o App você assistirá um vídeo de apresentação falando sobre a importância da meditação e como o Lojong funciona. Na sequência, ele pedirá para que você crie o seu cadastro ou faça login por meio de sua conta no Facebook ou Google. Feito isso, você já estará na página principal do App (‘Práticas’) em que estão todos os treinamentos e ferramentas, como o ‘Caminho’ em que você percorre os primeiros passos na meditação (10 etapas para você começar a treinar sua mente). Em ‘Treinamentos’ também está o programa para cultivo do equilíbrio emocional que é validado cientificamente e inspirado por pesquisas na área das emoções, juntamente com práticas contemplativas. Nele, as meditações são divididas em quatro módulos, já no programa Mindfulness você será guiado por 8 semanas de práticas voltadas para a atenção plena. Em ‘Outras Práticas’ você terá acesso a meditações personalizadas e com temas específicos, sempre visando o exercício da gratidão, o aumento do seu bem-estar, foco no momento presente, entre outros temas importantes. Na segunda parte do App, chamada ‘Insight’, você verá vídeos explicativos e outros conteúdos (como artigos e citações) sobre temas importantes para a transformação da mente. Já na aba central (‘Timer’) está a ferramenta em que você pode programar suas práticas silenciosas e uma função de lembretes em que é possível definir avisos diários para que você tenha a disciplina necessária para seguir na meditação. Na aba seguinte está o seu ‘Perfil’ em que você saberá como anda seu percurso neste caminho da meditação com todas as suas estatísticas. A aba ‘Mais’ traz um pouco de tudo, de configurações a informações sobre os Instrutores responsáveis pelos conteúdos. Nem todas as funções do Lojong estão abertas. Se gostar do teste gratuito, você pode adquirir o plano premium mensal ou anual.

Você já usou algum desses Aplicativos de meditação ou prefere outro? Nos conte nos comentários!

Loja Calça Thai


Descubra onde Comprar Roupas Tailandesas

O que vestimos é mais do que apenas tecidos desenhados e costurados para nos proteger, ou para a vida em sociedade. As roupas são parte de nossa identidade e cultura. Não é à toa que ao longo dos séculos, comunidades ao redor do mundo tenham usado as vestimentas como meio de comunicar status, celebrar eventos importantes, mostrar unidade, entre muitas outras coisas.

Assim, vestir as roupas de um determinado lugar, ou povo, vai além do que dita a moda. Tem a ver com sinergia de valores! Neste post nós vamos te contar onde encontrar roupas tailandesas, que traduzem em cores e texturas essa cultura que tanto amamos.

Mercado popular em Bangkok na Tailândia
Diretamente na ‘Terra do Sorriso’
Ficou curioso pra saber onde é esse lugar?! A Tailândia é dona desse carinhoso apelido dado em homenagem ao seu povo que parece estar sempre com um sorriso no rosto! Em viagem por esse exótico país você pode aproveitar não apenas para comprar roupas tailandesas, como também conhecer as belezas naturais, a rica gastronomia e arquitetura. Nos últimos anos, a capital Bangkok tem emergido na Ásia com um verdadeiro polo de moda, ditando tendências sem esquecer suas origens tradicionais.

Mundialmente a Tailândia é conhecida por ser um importante país fabricante e exportador de roupas, seja para marcas internacionais ou para confecção local. Ainda assim, ao fazer compras na ‘Terra do Sorriso’ é preciso ficar atento à numeração. Tenha em mente que, embora a roupa tailandesa seja geralmente dimensionada de acordo com o sistema americano de 'S' para pequeno, 'M' para médio, e assim por diante, esses tamanhos tendem a ser menores do que o padrão americano por causa do biotipo tailandês (franzino). De forma geral, se você normalmente veste roupas de tamanho médio, provavelmente terá que comprar tamanhos grandes na Tailândia.

Na Calça Thai
Se viajar para a Tailândia não está nos seus planos, a moda Thai vai até você! A Calça Thai cria seus produtos com base na cultura tailandesa, no comércio justo, e os envia diretamente para todo o Brasil, do Oiapoque ao Chuí. Se na Tailândia é preciso ficar atento à numeração das peças, em nossa loja online você pode ficar tranquilo porque todos os produtos são criados para ficarem soltinhos e confortáveis. Mesmo os modelos sendo tamanho único, eles realmente vestem do PP ao GG. Além disso, desde maio de 2018, temos modelos disponíveis em tamanhos Plus Size! Se ficar em dúvida, na página de cada coleção, e no Guia de Produtos, você encontra indicações para cada tipo físico que ajudam no momento da escolha.

Calça Boa Sorte Turquesa

E embora o nome da nossa marca seja Calça Thai, nós não produzimos apenas essas peças! Nos últimos anos lançamos Camisas, Bolsas e Kimonos! Tudo feito à mão, com tecidos veganos e no melhor estilo Thai! Agora, se você está fora do Brasil, saiba que também enviamos nossos produtos para todos os outros cantos do mundo por meio dos sites: PantalonesThai.com (América Latina) e Hippie-Pants.com (restante do mundo)!

Lojas de produtos para Muay Thai
Recentemente nós te contamos aqui no Blog o que vestir para praticar essa arte marcial tailandesa. Então visitar uma loja especializada em Muay Thai pode ser bacana para encontrar roupas específicas para a prática. No entanto, existem alguns tipos de roupas tailandesas, como os calçados, que são difíceis de serem encontrados no Brasil.

A melhor parte de escolher vestir roupas étnicas é que elas vão além da beleza. Elas têm história e significado, proporcionando que você faça uma conexão quase que imediata com uma nova cultura.

Agora que você já sabe onde encontrar roupas tailandesas, é só garantir a sua e curtir a vibe dessa cultura tão rica e colorida. Se precisar de uma inspiração extra, navegue pelo nosso Lookbook e não deixe de compartilhar conosco a sua foto repleta de estilo Thai!

Loja Calça Thai


O que vestir para praticar Muay Thai? A gente te conta

Saber qual a roupa ideal para cada esporte ou prática é fundamental se você busca por desempenho e conforto. No Muay Thai, popularizado como boxe tailandês, não é diferente e neste post nós vamos te contar quais são os melhores trajes se você estiver pensando em iniciar nessa arte marcial tailandesa!

Mas antes... um pouco mais sobre o Muay Thai
Se você ainda não conhece, esse é um esporte de combate que usa variadas técnicas de rebatidas em movimentos que combinam o uso dos punhos, cotovelos, joelhos e canelas. Daí o apelido de a "arte das oito armas". Essa prática se tornou internacionalmente difundida entre os séculos XX e XXI, quando seus praticantes começaram a competir, ao redor do mundo, kickboxing, partidas de artes marciais mistas (a exemplo do MMA), bem como outros esportes sob as regras de Muay Thai. Além disso, demonstrando a influência da Tailândia, esportes com estilo similares são praticados em países vizinhos, como em Mianmar, Camboja, Laos e Malásia.

Tailandeses praticando Muay Thai

Agora vamos às dicas do que vestir. Pensando nas diferenças de tipo físico, vamos separar em sugestões para homens e para mulheres.

Para os Homens
Começamos falando da parte de cima. Você pode escolher uma camiseta ou regata. Nas academias de Muay Thai, especialmente na Tailândia (em que o calor é forte quase que o ano todo) é normal ver os homens treinarem sem blusa. Então, você pode escolher a forma com a qual se sinta mais confortável.

Por não haver uma regra, você também pode avaliar como as pessoas da sua academia se vestem. Para a parte de baixo, os calções de Muay Thai são bem populares (por terem abertura ampla para as pernas), mas você também pode praticar de calça. Basicamente, qualquer peça que não restrinja seus movimentos de perna pode ser usada. Isso porque essa arte marcial conta com uma grande variedade de chutes (e chutes altos)!

Para as Mulheres
A regra geral para as mulheres é a mesma que demos aos homens: vistam algo confortável e que dê liberdade para todo e qualquer movimento que fizer. Para a parte de cima, você pode optar pelo top de ginástica, camisetas ou regatas. Já para a parte de baixo, existem calções de Muay Thai femininos, mas você também pode escolher vestir shorts, leggings ou calças. O importante é você conseguir realizar os chutes sem interferência da roupa que está usando.

muay thai feminino
Acessórios
Apesar de parecer ser algo opcional, os acessórios são fundamentais para que você tenha mais segurança enquanto pratica Muay Thai, como é o caso dos protetores de tornozelo e joelho. Os de tornozelo são bastante comuns e você pode ver lutadores e treinadores usando-os. Eles manterão seus tornozelos aquecidos e firmes quando for treinar as sequências de chute. Já os protetores de joelho são menos comuns, mas não menos importantes! A função deles também será de suporte extra, além de manter as articulações protegidas até que você tenha domínio das técnicas.

Para os pés, nada de calçados! Mas nas academias de Muay Thai, especialmente nas da Tailândia, o aquecimento pode começar com uma corrida de 5 quilômetros, então nesses casos, você pode usar um tênis de corrida, mas depois, os pés ficam descalços!

Luvas serão necessárias e, junto com elas, as bandagens para as mãos. Como existe uma infinidade de tipos de luvas, a dica é pedir orientação da sua academia ou treinador para que você tenha a proteção ideal para o seu nível de treinamento.

Tailandês praticando Muay Thai
Como você pôde ver, o Muay Thai conta com um código de vestimenta bastante abrangente. Se estiver em dúvida na hora da escolha, pense no que você usaria para se exercitar. Se funcionar para a academia, também dará certo para o Muay Thai!

De forma geral, se você já pratica, ou gostaria de iniciar no Muay Thai, lembre-se que o conforto é fundamental. Roupas específicas são bacanas, mas não essenciais. O mais importante é que você tenha liberdade em seus movimentos para aproveitar cada minuto do seu treinamento! Então, se quiser usar sua Calça Thai para praticar Muay Thai, aqui fica a nossa dica: escolha as Calças Pescador ¾ Femininas e Masculinas! Assim você terá amplitude sobretudo nos chutes, além de se sentir seco e confortável enquanto treina, já que os tecidos dessas calças são respiráveis!

Loja Calça Thai

 


Calça Thai fará doação à Apremavi no Dia de Proteção às Florestas

No dia 17 de julho celebraremos o Dia de Proteção às Florestas, data importante para lembrar a todos do compromisso que temos com a preservação ambiental. Ainda mais que, segundo dados de 2018 da ONU, o mundo tem apenas 34,1% de seu território ocupado por florestas. Por ter consciência da relevância dessa data e do cuidado que devemos ter com a natureza, a Calça Thai destinará parte das vendas realizadas nesse dia para a Apremavi (Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida). A seguir nós te contamos mais sobre a iniciativa, a Apremavi e outras ações que todos podem seguir no dia a dia pensando na proteção das matas.

Muda para Reflorestamento da Mata Atlântica Brasileira
A iniciativa
Na Calça Thai acreditamos em um estilo de vida leve e responsável. Assim procuramos construir diariamente uma empresa consciente, por meio de práticas norteadas no comércio justo e na sustentabilidade. O desejo de ver as florestas cada vez mais verdes, o ar mais puro e o mundo mais vivo nos motivou a promover essa iniciativa em que 10% das vendas realizadas em 17 de julho (quarta-feira) serão revertidas para os projetos da Apremavi. Afinal, são doações como essa que estimulam e reconhecem o valor do trabalho de organizações sem fins lucrativos para que continuem realizando projetos para a conservação da natureza e outras importantes causas para o planeta.

Lembrando que já em 2016 (reforçando o nosso compromisso com a proteção às florestas) a Calça Thai se juntou à rede Site Sustentável, em que árvores são plantadas na Mata Atlântica para compensar a emissão de gás carbônico gerada pelo nosso site. Além disso, como você já sabe, nós criamos produtos veganos e biodegradáveis, outra prova da responsabilidade ambiental da nossa produção e atuação. Por isso, você pode ter certeza de que mesmo sendo apenas uma pequena empresa, a Calça Thai tem consciência ambiental e sempre que puder irá retribuir à boas causas!

A Apremavi
A Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sem fins lucrativos, criada em 1987, com sede em Atalanta (Santa Catarina). Ela apoia atividades de educação ambiental, recuperação de áreas degradadas, implantação de políticas públicas sustentáveis, além da criação de unidades de conservação públicas e particulares para a defesa dos ecossistemas e da biodiversidade. Por meio de seus projetos, já foram plantadas mais de 8 milhões de árvores em centenas de propriedades em diferentes municípios Catarinenses, Paranaenses e em outros Estados brasileiros.

Ações como essas promovidas pela Apremavi são extremamente importantes, ainda mais se olharmos os dados relativos ao Brasil. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, em 2010 o Brasil foi o país ‘campeão’ em desmatamento. Além da destruição das áreas verdes, entre 2001 e 2017, 4,27 bilhões de toneladas de CO2 foram lançados na atmosfera por conta da perda de cobertura florestal no país. Poluição essa que influi no ar, nas águas e no meio ambiente.

Mata Atlântica Brasileira
Outras atitudes que você pode começar hoje!
Ao visitar o site da Apremavi, logo vemos uma importante mensagem (que todos sabemos, mas que é comum deixarmos de lado com a correria da rotina): o futuro depende de nós. Assim, compartilhamos com você algumas ações simples que podem ser seguidas hoje e sempre.
   - Se comprar algo de madeira, escolha produtos certificados, atestando que sua produção foi feita de maneira ecologicamente correta;
   - Não descarte cigarros ou objetos que possam entrar em combustão na natureza;
   - Não jogue lixo nas matas;
   - Use papel reciclado ou certificado;
   - Denuncie desmatamentos ou outros crimes ambientais aos órgãos responsáveis;
   - Aproveite essa oportunidade para refletir suas atitudes e interações com o meio ambiente.

Agora que você já sabe dessa iniciativa, marque na sua agenda e aproveite para comprar a sua Calça Thai no dia 17 de julho, quarta-feira! Mas lembre-se: Essa é uma data emblemática, mas que deve ser celebrada em todos os outros dias do ano por meio das ações de cada um de nós. E se você se identificou com a causa da Apremavi, visite o site da Associação e veja como contribuir com os projetos de proteção ambiental.

Calça Thai


3 Vantagens de Comprar no Comércio Justo

Se você nos acompanha há algum tempo, já deve ter nos visto falar bastante sobre o Comércio Justo, tanto aqui quanto em nossas mídias sociais. Ele é um dos princípios que nós seguimos aqui na Calça Thai e está presente desde nosso processo de produção até as parcerias que firmamos.

Neste post vamos te mostrar as vantagens dessa política que beneficia não apenas você, que escolhe comprar de uma empresa que a pratica, mas todas as pessoas envolvidas direta ou indiretamente em sua atuação.

Benefícios Sociais
Normalmente, produtores e trabalhadores que optam por participar do Comércio Justo se sentem empoderados, com mais voz (seja no local de trabalho ou na comunidade), assumindo o controle de seus futuros. Isso porque há o apoio necessário para que os trabalhadores compreendam seus direitos, firmando melhores condições de trabalho por meio de sindicatos e negociações coletivas.

Artesãos que participam do Comércio Justo

Outro aspecto importante sobre o Comércio Justo é que ele capacita as pessoas a fazerem escolhas para o bem de si mesmas e de sua comunidade, independentemente de gênero, status, posição na sociedade ou lugar no mundo. Essa visão também faz com que haja outros estímulos dentro das comunidades, como investimentos com base nas maiores necessidades que enfrentam, como acesso à água limpa, melhores moradias, melhores escolas e melhor assistência médica.

Quando as pessoas têm a capacidade de investir em melhores futuros, o resultado é uma força de trabalho mais saudável e, por fim, produtos de maior qualidade.

Benefícios Ambientais
As práticas ambientais do Comércio Justo têm impactos de longo prazo nos meios de subsistência dos produtores, das comunidades e do planeta já que incluem importantes iniciativas, como: redução da emissão de gases de efeito estufa, qualidade do solo e da água, controle de pragas, proteção à biodiversidade, proibição de organismos geneticamente modificados e, por fim, o controle de resíduos e de produtos químicos nocivos.

Por todas essas questões, o Comércio Justo estimula (por exemplo) que agricultores busquem melhores meios de produção, práticas ambientalmente amigáveis, como o desenvolvimento natural de solos ricos em nutrientes para que plantações saudáveis se desenvolvam em harmonia com a vida selvagem (produção orgânica de insumos).

Em alguns casos, os padrões propostos pelo Comércio Justo resultaram em mudanças para pesticidas menos tóxicos, que, além de serem melhores para o meio ambiente, têm um impacto positivo na saúde dos produtores. O Comércio Justo ainda pode favorecer acesso a financiamento, apoio e especialização no combate às mudanças climáticas, contribuindo para a sustentabilidade ambiental a longo prazo. Essas diretrizes funcionam para manter o planeta saudável para as próximas gerações, adotando medidas que protejam os recursos naturais.

Plantação de algodão orgânico


Benefícios Econômicos
Pouco a pouco o Comércio Justo tem capacitado as comunidades a se organizarem em cooperativas e melhorarem sua posição de negociação dentro da cadeia produtiva no mercado convencional; uma vez que esses trabalhadores podem negociar um preço mais alto para os produtos que criam.
Mesmo os preços de mercado sendo voláteis, os rigorosos padrões do Comércio Justo asseguram que produtores, trabalhadores, agricultores e pescadores tenham o dinheiro necessário para investirem em suas vidas e seus trabalhos.

Como resultado, as comunidades têm cooperativas mais fortes, além de um incentivo adicional para produzir melhor, vender mais e ter acesso a mercados premium. Assim, o Comércio Justo acaba por apoiar trabalhadores locais a se tornarem mais independentes e menos vulneráveis à pobreza.

 

Como você pôde ver, em um mundo global, o Comércio Justo tem um positivo (e significativo) impacto na vida dos trabalhadores e das comunidades, reforçando seu compromisso com a sociedade e o meio ambiente. Se olharmos pelo aspecto do desenvolvimento sustentável (que é um processo de longo prazo), o Comércio Justo oferece um ótimo estímulo para que as empresas ao redor do planeta sigam melhores caminhos, assim como nós trilhamos na Calça Thai!

Loja Calça Thai

 


Música Tailandesa: Descubra seus Estilos e Influências

Por definição, a música é a arte de se expressar ideias por meio de sons, de forma melodiosa e conforme algumas regras que garantam sua harmonia. Assim como a gastronomia, a obra musical de um determinado lugar ou povo também é uma representação cultural, já que a maioria dessas canções expressam crenças ou descrevem sua história, refletindo o contexto em que foram criadas.

Então nada melhor do que entender a musicalidade tailandesa para aprendermos mais sobre essa cultura tão rica e plural! Vamos lá?!

A Música Tradicional Tailandesa
Na Tailândia, a produção musical tradicional (também chamada de folclórica) acaba por refletir a posição geográfica do país (entre a China e a Índia), além de rotas comerciais que historicamente incluíram a Pérsia, a África, a Grécia e Roma. O contato e as influências culturais vindas de fora permearam essas criações e, mesmo a Tailândia nunca tendo sido colonizada, os dois estilos mais populares são um ‘mix’ dessas referências: o Luk Thung (que incorporou fortemente elementos asiáticos) e o Mor Lam (muito popular ao norte do país e que tem estreita afinidade com a música do Laos, país vizinho à Tailândia). Ambos os estilos podem ser considerados ‘country’ por refletirem a vida dos tailandeses que viviam em áreas rurais.

Grupo de Música Clássica Tailandesa

A Música Clássica tailandesa, no formato que se conhece atualmente, surgiu há cerca de 800 anos na região central do país. Mesmo que em seu início esse estilo tenha sido profundamente influenciado pelas músicas tradicionais indianas, hoje ele é uma expressão essencialmente tailandesa.

Além da música Clássica Thai, outros estilos importantes dessa vertente são o Piphat (considerada a mais comum e icônica música tradicional tailandesa), o Khrueang Sai (usado principalmente em performances instrumentais nacionais e para acompanhar o Hoon Grabok tailandês – teatro de marionetes), o Mahori (tocado por mulheres na região central da Tailândia e que, se comparado aos outros estilos, dá maior destaque aos vocais), e o Kantrum (música de ritmo rápido e tradicional do sul do país, na região que faz fronteira com o Camboja).

Ao mesmo tempo que a constituição musical tailandesa foi inspirada em outras culturas, o oposto também aconteceu com os países vizinhos a Tailândia, já que a música clássica teve grande influência nas tradições musicais de Mianmar, do Camboja e do Laos. No período entre o final do século XVIII e o início do século XIX, por exemplo, uma espécie de intercâmbio cultural foi observado no Camboja em que dançarinos clássicos e músicos aprimoraram seus conhecimentos com mestres e professores tailandeses. Essa relação fez com que houvesse uma forte absorção cultural tailandesa sobretudo entre as classes mais altas da sociedade cambojana.

Ranat Ek: Xilofone Tradicional TailandêsRanat Ek: Xilofone Tradicional Tailandês


Instrumentos Musicais Tailandeses
Não tem como falarmos sobre música sem pensar nos instrumentos que produzem os seus sons, não é?! E embora os estilos tradicionais tenham diferenças significativas entre si, o conjunto base de instrumentos musicais usados em sua composição e reprodução são os mesmos. Por exemplo: eles compartilham de pequenos pratos (ching) e um tipo de baqueta (krap) para marcar a batida principal da música, além de pequenos tambores (klong) para a base rítmica.

Se a produção musical sofre influências externas, os instrumentos musicais tailandeses tradicionais também refletem esse fator e são variados, como por exemplo: o Klong Thap (percussão) e o Khim (cordas) são de origem persa; o Jakhe (cordas) de origem indiana; e os instrumentos de percussão Klong Jin (origem chinesa) e o Klong Kaek (origem indonésia).

Influência da Música Ocidental
É normal que a música tradicional sofra evoluções. Na Tailândia, a música pop e outros estilos europeus e americanos tornaram-se populares durante o século XX, quando a música clássica tailandesa foi desencorajada por ser vista como retrógrada durante as agressivas políticas nacionalistas de modernização. Essa iniciativa estimulou modificações nas músicas tradicionais e a criação de diversos novos estilos.

Nos últimos anos, as artes clássicas se beneficiaram do aumento do patrocínio e do financiamento governamental à cultura tradicional tailandesa.


Ficou interessado e curioso para ouvir alguns ritmos desse país tão especial?! Aproveite para descobrir bandas ou grupos de música clássica tailandesa e nos conte nos comentários o que achou!

Loja Calça Thai


Entenda o que vestir pensando no seu Tipo Físico

As roupas devem ser uma forma de expressão e também de liberdade para qualquer tipo de corpo. Mesmo assim, algumas pessoas podem ficar em dúvida se um determinado modelo ou variedade de roupa cai melhor considerando seu tipo físico (peso, altura e formato do corpo).

Na Calça Thai valorizamos a diversidade; como você já deve ter reparado na escolha dos modelos que vestem nossos produtos aqui na loja online. Neste post, vamos compartilhar algumas dicas para que você se sinta confortável e confiante, independentemente do estilo que seguir! Lembrando que para se vestir não existe fórmula, regra, ou ‘certo e errado’.

Conheça o seu corpo
Vá para frente do espelho, de preferência com pouca roupa para que você consiga se ver melhor. Deixe de lado a vergonha e se cubra de gentileza (fundamental para que você se perceba como realmente é, sem altas doses de autocrítica)!

Repare no formato e tamanho das suas pernas, quadris e tronco. Assim você saberá qual parte do seu corpo mais gosta e quer valorizar. Depois disso, identifique qual tamanho você veste. Não idealize o seu corpo ou pense nele depois de um determinado tempo ou meta. Goste de você hoje e descubra a roupa perfeita para o seu corpo atual. Respeite o seu gosto, sua personalidade e lembre-se sempre do conforto!

Esqueça os padrões e estereótipos que insistem em ‘disfarçar’ o que você é. Por exemplo: para as altas, como não parecer tão alta; para as baixinhas, como parecer serem longilíneas; para as magras, como ganhar volume e para as gordinhas, como esconder suas curvas. Abrace suas características e seu corpo! Pronto. Agora vamos para as próximas dicas!

Calça Chang Bordô

Se você for uma pessoa alta
Vista peças coloridas sem medo! Fique à vontade para misturar cores e estampas em uma mesma composição. Uma dica importante para garantir um visual harmônico é deixar menos pele à mostra já que esse recurso alonga a silhueta. Por isso, uma opção interessante para as altas é apostar em vestidos longos e macacões, lembrando que alguns dos nossos modelos de Calça se tornam macacão, como: a Calça Clássica, Calça Thai, Calça Flor, Calça Pavão, Calça Thai Plus Size e Calça Flor Plus Size.

Calça Flor

Outra dúvida que você pode ter na hora de escolher uma calça (ou vestir) é o posicionamento do cós. “Devo escolher cintura alta ou baixa?” Na análise que recomendamos fazer do seu próprio corpo, veja qual é a sua proporção. Se suas pernas forem mais longas que seu tronco, escolha calças com cintura baixa, ou posicione o cós abaixo do umbigo. Agora se seu tronco for maior, opte pela cintura alta, ou o cós acima do umbigo. Em nossa loja online, as coleções recomendadas estão em ‘Calça Thai’. Então além dos modelos que citamos para uso como macacão, você também pode escolher a Calça Mata e a Calça Onda, bem como as Calças Pescador e Pescador ¾.

Calça Mata


Se você for baixinha
Pensando em cores, composições monocromáticas podem ser bem bacanas por darem a sensação de continuidade e não dividirem o corpo ao meio! Outra dica valiosa para o equilíbrio do look é evitar cobrir o cós da calça com a blusa. Opte por partes de cima cropped, ou vista a blusa por baixo da calça. Na Calça Thai, as coleções ideais para as baixinhas são todas as agrupadas em 'Yoga' (Calça Conforto, Calça Pena, Calça Chang, Calça Pureza e a Calça Boa Sorte), além da Calça Mata, Calça Onda, as Calças Pescador e Pescador ¾.

Apostar na assimetria também é um recurso para as baixinhas aproveitarem! Usar uma terceira peça (mais longa que a altura da blusa e mais curta que o comprimento da calça) ajuda nessa missão. Se quiser uma opção casual, versátil e com o estilo Thai, visite as coleções do Kimono Pluma e do Kimono Flor!

Kimono PLuma


Seja magrinha ou gordinha
Lembre-se que é válido manter o equilíbrio pensando no volume das peças. Se vestir uma calça mais soltinha, componha com uma blusa de corte reto e assim por diante. 

As Calças Thai são feitas para ficarem soltinhas e confortáveis. Por isso, nosso tamanho único realmente veste do PP ao GG e a gente te explica o porquê. As Calças Thai, Pavão, Clássica, Flor, Conforto, ChangPureza e Boa Sorte têm elástico na cintura e nos tornozelos, o que significa que elas servem desde o PP até o G. Já as Calças Mata, Onda e Pena tem elástico apenas na parte posterior da cintura, indo do PP ao M. Se estiver buscando por numerações maiores, temos ainda a Calça Thai Plus Size e a Calça Flor Plus Size!

Calça Thai Plus Size

Você deve ter reparado que as Calças Pescador e Pescador ¾ são indicadas para altas, baixinhas e para magrinhas e gordinhas não seria diferente. Essas são as coleções mais democráticas que temos, tudo por conta de suas dobras, amarrações e nós que as tornam totalmente ajustáveis (tanto no comprimento quanto na largura).

Calça Pescador Marrom


Se mesmo depois dessas dicas você estiver navegando pela nossa loja online e bater aquela dúvida sobre qual modelo cairá melhor para o seu tipo físico, não se preocupe! Tanto na página de cada coleção, quanto no Guia de Produtos, você encontra indicações para ajudar no momento da escolha! 

Loja Calça Thai