Blog Calça Thai - Estilo, moda, novidades e notícias do universo Thai – tagged "tecido"

Calça Thai

Você sabe diferenciar a Calça Saruel da Calça Thai?

Se você nos acompanha aqui há algum tempo, deve lembrar que nós já contamos brevemente (em um outro post do Blog) sobre as diferenças entre a Calça Thai, a Calça Harem e a Calça Saruel. Como as particularidades entre esses estilos podem ser sutis, neste post nós vamos nos aprofundar ainda mais na história da calça Saruel, falando sobre sua origem e características.

Ao te perguntarmos o que sabe sobre a Saruel, provavelmente você se lembrará de calças largas. E basicamente é isso mesmo! A palavra ‘Saruel’ tem origem árabe e seu significado é ‘algo que cobre a cintura’. Tipicamente, a calça Saruel era feita de percal (tecido fino de algodão com a trama muito fechada) e acredita-se que ela tenha vindo da Pérsia (inspirada nos modelos indianos), por volta do século VI, logo sendo adotada por muitas comunidades árabes; tanto por homens quanto por mulheres, no Norte da África e na Península Arábica em países predominantemente muçulmanos.

O modelo clássico contava com um cordão de couro no cós e poderia ser amarrado na cintura ou no quadril. Além disso, seu comprimento nunca passava dos joelhos, e sua forma era de um retângulo simples, cortado a partir de três ou quatro pedaços de tecido, sendo a parte central mais ampla. Quanto mais larga essa parte da calça, mais tecido era necessário em sua confecção e o preço da peça se elevava. Essa característica era importante não apenas do ponto de vista estético, mas também funcional, já que se tratava de uma vestimenta prática para a realização de algumas tarefas, como a montaria de camelos e cavalos. Calças com corte reto ao corpo não funcionariam da mesma forma. A Saruel ainda podia ser usada sob vestidos, túnicas e um tipo tradicional de roupão esvoaçante (todos com o comprimento até os tornozelos).

Variedade de estilos de Saruel que surgiu no período medieval

No período medieval, uma grande variedade de estilos de Saruel passou a existir, considerando seu comprimento (tornozelos, panturrilhas ou joelhos), seu corte (mais largo ou próximo ao corpo) e o gancho (mais alto ou baixo). Seu estilo podia variar regionalmente, mas a calça Saruel sempre era caracterizada por ser solta e ampla, sobretudo nos quadris. Cada tipo de Saruel tinha um nome diferente e um grupo de pessoas que adotavam o estilo. Homens e mulheres usavam essa calça independente do momento e da região onde viviam (fosse urbana ou rural). Tradição essa que continua até hoje em muitos países islâmicos.

A Calça Saruel no Ocidente
Procurando pela internet, é comum encontrar um equívoco: que a palavra ‘Saruel’ deriva do francês (Sarouel). E essa confusão tem uma explicação! No século 19, militares franceses em expedição pelo Norte da África (Marrocos, Argélia e Tunísia) tiveram que adotar a vestimenta para resistirem às altas temperaturas do deserto. Por serem feitas com tecidos naturais (leves e respiráveis), com corte largo, as calças Saruel se tornaram item essencial na missão. Ao retornarem para a França, eles levaram as peças consigo e introduziram o modelo ao ocidente de forma despretensiosa.

Desde então, passou a existir uma ampla variedade de estilos desse modelo que continua evoluindo e influenciando a moda ocidental para homens e mulheres. No entanto, se buscar rapidamente por imagens na internet, você verá que é mais fácil encontrar calças Saruel que contam com o corte reto (mais justo nas pernas) e o gancho baixo, com maior volume nos quadris.

Militares franceses introduziram a Calça Saruel ao ocidente de forma despretensiosa

Hoje em Dia
Hoje as calças Saruel são mais frequentemente usadas pelos homens e podem ser longas, chegando até o chão, ou curtas, atingindo um pouco abaixo do joelho. Entretanto, há um estilo de Saruel que continua a ser muito usado em toda a África do Norte (do Marrocos ao Egito), e que passou por algumas adaptações. O cós, que antes era tradicionalmente preso por um cinto ou cordão, agora tem pregas frontais e traseiras e uma faixa de cintura com cerca de três a quatro dedos de largura. O que não mudou é a parte central ampla e o gancho baixo.

O comprimento ainda varia, mas os estilos mais comumente usados são os que vão até o meio da panturrilha, e logo abaixo do joelho. A calça Saruel ainda pode ser bordada, acompanhando os detalhes da túnica ou manto que faz composição com a peça. Nos países do Golfo Pérsico também há um estilo de calça chamado Saruel que se assemelha às largas calças masculinas de pijama e geralmente vão até o tornozelo. Elas contam com cordões largos ou elásticos para prender na cintura.

Para muitos brasileiros, a calça Saruel tem tecido mais encorpado, como o moletom. No Brasil, esse modelo surgiu na década de 90 e foi uma das calças mais usadas entre os jovens na época. Depois desse boom, ela voltou a ser popular em 2009 e mais recentemente em 2015.

Loja Calça Thai


Tecidos veganos: conheça quais são, suas principais características e vantagens!

Como você já sabe, na Calça Thai usamos apenas tecidos veganos, de origem vegetal. Mas existem outros tecidos feitos a partir de plantas, ou de formas sintéticas, que também respeitam os animais. Neste post, vamos falar um pouco mais sobre os principais tipos para que você conheça as características e vantagens de cada tecido vegano.
Aliás, muita gente acha que 'vegano' é sinônimo apenas de produtos alimentícios, mas vai muito além disso, como já falamos neste outro post!

Tecidos Naturais de Origem Vegetal

Tecidos Naturais de Origem Vegetal

Algodão
O algodão é uma fibra branca, macia, que se desenvolve ao redor de algumas sementes da família das Malvaceae, planta tropical e subtropical.
Ao optar por vestir uma roupa de algodão, você também escolhe ter mais leveza e conforto em sua rotina. Tecidos de algodão são respiráveis, o que traz melhor sensação térmica, e têm boa durabilidade.

Rayon
Rayon é um tecido artificial originado da fibra de celulose que se regenera naturalmente. O Rayon é muito macio, leve e confortável. Por essas e outras características, esse tecido é resistente e respirável, ou seja, ele permite que o vapor de suor gerado pelo corpo, transpire pelo tecido!
Para saber como passar e guardar peças em Rayon, confira os nossos posts dedicados a esses assuntos.

Fibras Sintéticas

Fibras Sintéticas

Poliéster
O poliéster pode ser proveniente de fibras artificiais ou sintéticas. Há quem acredite que roupas assim têm um toque menos natural em relação a roupas feitas com fibras naturais, mas os tecidos de poliéster têm algumas vantagens significativas, como maior retenção de cor e calor (importante nas temperaturas mais frias – já que ele barra a entrada do ar e não permite a saída do calor do nosso corpo).

Nylon
Na década de 30 surgia o Nylon: a primeira fibra têxtil sintética produzida no mundo. A fibra com fios brilhantes e elásticos era semelhante à celulose e logo ganhou ampla utilização no mercado global, sobretudo, no segmento de vestuário. Hoje, o Nylon é um dos tecidos mais usados mundialmente, ao lado do algodão e do poliéster. Entre as suas principais vantagens estão sua alta resistência ao amassado, elasticidade, maciez e caimento.

Lycra
A Lycra, ou Elastano, é uma fibra sintética formada por poliuretano segmentado, o que fez com que esse tecido fosse conhecido por sua grande capacidade elástica. O fio sintético de elastano foi lançado oficialmente no mercado americano em 1959 e revolucionou a indústria têxtil por oferecer qualidades até então nunca vistas, como: resistência, leveza, flexibilidade e capacidade de resiliência. Conforto, facilidade de cuidado e aspecto de novo por mais tempo estão entre as principais vantagens da Lycra.

Tecidos Híbridos (combinação de fibras)

Tecidos Híbridos

Veludo
O veludo é um tecido bastante antigo. Acredita-se que ele tenha sido criado na Índia entre os séculos X e XV. Tempos depois, o veludo chegou a Europa. Basicamente, a maior parte dos veludos leva algodão em sua fabricação, mas hoje é possível encontrá-lo em diversas composições e tipos de fibra (sintéticas ou naturais) o que tornou seu preço mais acessível.
A textura macia, seu aspecto elegante e a retenção de calor (ideal nas estações mais frias) são os principais pontos positivos desse tecido.

Cetim
O Cetim é um tecido produzido com fibras de filamentos, como nylon ou poliéster. Criado na China, o Cetim foi muito usado pela nobreza do país por ser um tipo de tecido luxuoso. A partir do século XII, o tecido passou a ser amplamente usado na Europa. A composição do Cetim pode ser variada, o que interfere em sua textura. Já entre suas principais vantagens, estão a sua versatilidade, seu caimento, sua textura suave e seu aspecto elegante.

Como você viu nesse post, mesmo não sendo de origem natural, existem fibras sintéticas que não exploram animais para serem produzidas. Para facilitar a visualização das principais características desses tecidos, confira a tabela comparativa abaixo:

Tecidos Veganos tabela comparativa

 

Aqui na Calça Thai, usamos apenas algodão e rayon (tecidos naturais veganos) por acreditarmos que seja importante trazer uma moda consciente a todos.
Mesmo que você não siga a filosofia da moda vegana, ao optar por roupas com os tecidos que trouxemos nesse post, você estará ‘vestindo a camisa’ para que haja menos impacto negativo no meio ambiente, na sociedade em que vivemos e na vida animal.

Loja Calça Thai


Por que não participamos da Black Friday?

Temos vários motivos pra não participar da Black Friday ou de qualquer outra onda de promoções temporárias. Eles se devem à nossa forma de trabalhar e à nossa filosofia de Comércio Justo, baseada nos 10 princípios de Comércio Justo estabelecidos pela Organização Mundial de Comércio Justo. Já falamos de alguns deles por aqui e agora vamos te explicar melhor cada um desses motivos.

A Calça Thai é uma marca com produtos que vêm direto da Tailândia. A primeira loja online que traz produtos tailandeses para o Brasil. Nos preocupamos com o meio ambiente, por isso as nossas peças são veganas, feitas com algodão ou fibra de bambu, e produzidas por artesãos locais de vilarejos do norte do país.

Nós nos preocupamos em não sermos responsáveis por trabalho infantil de menores de 18 anos, forçado ou escravo e também pagamos o mesmo salário a todos os funcionários, sejam homens ou mulheres. As oportunidades também são as mesmas pra ambos os sexos, sem discriminação.

Esta é nossa maneira de valorizar relações mais humanas em toda a cadeia de produção. Respeitando o trabalho de quem faz cada peça, estamos respeitando tradições milenares da Tailândia, imprimindo em nossas roupas as estampas e as cores discretas e também chamativas do povo tailandês. Cada parte do processo, desde a escolha dos modelos que serão vendidos até a entrega ao consumidor, são pensados com carinho e cuidado.

Black Friday costureira

Por ter esse cuidado, percebemos que os artesãos não teriam como comprar matéria-prima se não tinham dinheiro, por isso pagamos adiantado, para que eles possam adquirir o material de seu trabalho e sustento sem dívidas.

Com isso, nosso objetivo é garantir sempre uma produção sustentável com um preço justo tanto para quem produz como para quem compra as nossas peças. Sempre pra gente significa o ano inteiro e não em apenas um dia. Deu pra ver que somos diferentes da maioria das empresas. E é por tudo isso que não fazemos descontos na Black Friday.

Esses descontos poderiam acarretar em prejuízos em alguma parte do processo e acabar afetando a linha de produção justa que tanto prezamos. Não vamos correr esse risco, afinal, estaríamos indo contra os nossos valores e também contra os valores que nossos clientes confiam que praticamos.

Podem continuar confiando! Seguindo a nossa filosofia de comércio justo, nossos preços agora, no ano de 2017, são os mesmos do ano passado. Aliás, pela prática do comércio justo, nós da Calça Thai trabalhamos com a política de custos abertos, ou seja, nossos custos estão abertos aos nossos clientes.

O preço que você vê no nosso site é o preço que você vai pagar pelo produto, sem taxas escondidas. Ao fazer o pagamento, por exemplo, não há custos extras por diferentes formas de pagamento. Não estamos preocupados em sermos uma empresa gigantesca, mas sim em crescer, ainda que lentamente, de maneira completamente sustentável e constante.

A cada peça que os brasileiros compram da produção tailandesa, as duas culturas se aproximam. Os tailandeses vão aprendendo sobre o que os brasileiros gostam de acordo com os modelos e cores pedidas. E os brasileiros vão entendendo como funciona a cultura, a religião e os costumes tailandeses ao verem as cores e os desenhos estampados feitos pelos artesãos e artesãs.

artesãs cores tailândia

Queremos, assim, ver nossos clientes felizes com produtos de boa qualidade e, portanto, duradouros. Nossas roupas não saem de moda, são atemporais. Se tornam parte do seu cotidiano em diferentes estações do ano e ocasiões. Pode ser usada em uma festa, a prática de yoga ou durante a gravidez, por exemplo.  

Somos a favor do consumo sustentável em que se compra não numa determinada época do ano em que as pessoas podem ser levadas ao consumo, mas sim porque comprariam as nossas roupas ou bolsas em qualquer época do ano da mesma maneira.

Queremos que os clientes comprem conscientes de que o que vestem reflete também o que pensam, por isso vale à pena comprar pela qualidade, pelo tecido de fibra de bambu ou algodão orgânico e sustentável e pelo trabalho bem feito dos tailandeses. Com a boa produção em detrimento do volume, todo o processo fica mais simples, sem meandros, e, assim, mais justo e consciente.

calca thai modelo

Apesar disso, não se enganem achando que com isso fazemos uma crítica àquelas empresas que participam da Black Friday. De maneira nenhuma. Entendemos que empresas diferentes têm formas de produzir distintas.

Nós produzimos de acordo com os pedidos para, assim, pagarmos os trabalhadores de acordo com as vendas. Por isso não temos um grande estoque, diferente de outras empresas que preferem produzir mais em determinada época do ano e que também precisam liquidar as vendas.

Com tudo isso, queremos continuar buscando e encontrando o equilíbrio entre comércio justo e preço justo, queremos expandir a conscientização sobre como comprar de maneira mais responsável incentivando economias locais sem prejudicar o meio ambiente e poder fazer deste, um mundo melhor para se viver.

Esperamos que vocês tenham uma ótima semana!

Loja Calça Thai

 


Como pendurar e guardar peças de rayon e manter um aroma agradável?

Há pouco tempo escrevemos um post sobre como passar as peças feitas de rayon. Trouxemos dicas e procedimentos para evitar vincos e marcas nas calças feitas a partir desse material. Ainda que muito resistente, o rayon é um material mais fino e delicado, por isso os cuidados para que suas peças durem ainda mais não param por aí. Agora, confira algumas dicas sobre como pendurar e guardar suas roupas: 

Calça Pavão Púrpura Rayon

 

  • Tenha certeza que a peça de rayon esteja completamente seca antes de guardá-la. Se você dobrar sua peça ainda úmida, pode aparecer algum mofo e a peça pode desenvolver um cheio azedo ou de mofo.
  • Sempre pendure sua calça feita de rayon em um cabide resistente e que não seja escorregadio. Quando pendurado corretamente, o rayon dificilmente vai formar vincos. Essas calças devem ser penduradas na vertical pra evitar que elas enruguem.
  • Se você for dobrar sua calça, tente dobrá-la seguindo o sentido da costura da peça. Lembre-se também de não colocar outras peças em cima da calça. Isso previne que a calça crie vincos por conta da pressão de uma peça sobre outra.
  • Se você preferir encobrir a peça quando ela estiver dentro do guarda roupa, certifique-se que seja uma capa limpa e incolor, ou então compre uma capa própria para encobrir o material rayon.

Além dessas dicas de como passar, pendurar e guardar peças feitas de rayon, temos também dicas para que sua Calça Thai sempre tenha um aroma agradável. Vale lembra que essas dicas servem pra diversas roupas e não apenas para as Calças Thai!

  • Coloque sachês perfumados e panos secos dentro do seu guarda roupa e de suas gavetas. É possível trazer um cheiro de frescor para seu guarda roupa utilizando sachês de suas ervas, flores e aromas favoritos. Você pode usar sachês comprados em lojas ou fazer o seu próprio sachê perfumado em casa, enchendo saquinhos de pano com ervas desidratadas e fechando com um cordão. Coloque os sachês tanto nas gavetas, quanto pendurados em cabides.
Sachê perfumado
 
  • Você também pode utilizar óleos essenciais ou perfumes. Adicione entre 2 e 5 gotas do seu óleo ou perfume favorito em um pedaço de pano, em um papel toalha ou mesmo em bolinhas de algodão. Coloque esse material perfumado nas gavetas e em outras divisórias. Você também pode pingar algumas gotas de óleo essencial nas paredes do guarda roupa ou das gavetas. Certifique-se de que o óleo esteja seco antes de guardar suas roupas.
  • Outra opção é tentar utilizar velas e sabonetes perfumados como purificadores. É só colocar dentro do guarda roupa uma vela apagada ou uma barra de sabão embrulhada em tecido que o aroma vai se difundir.  
  • Além disso, mais uma possibilidade é fazer uso de uma madeira já perfumada organicamente como purificador natural. Cedro e sândalo são boas opções, mas se preferir você pode optar por outro tipo de madeira com cheiro intenso e agradável. Colocando um ou dois pedaços da madeira no seu guarda roupa, aquele cheiro vai se espalhar. O cedro é famoso por afastar mosquitos e também por absorver a umidade, que por sinal é um dos principais fatores responsáveis pelo cheiro de mofo nas suas roupas. 

Faça bom uso de todas essas dicas e mantenha suas roupas limpinhas e cheirosas por muito mais tempo!

Loja Calça Thai


Calça Indiana ou Calça Tailandesa? A gente explica!

Muitos anos atrás, o vestuário indiano influenciou o surgimento do modelo de calça envelope, na Tailândia. Esse modelo, que depois foi evoluído até o desenvolvimento das "fisherman pants", ou calça pescador, era formado por um pedaço de tecido retangular que é embrulhado ao redor do corpo e amarrado na cintura com o excesso de tecido. Os homens ajustavam a calça para uma altura mais curta, que facilitava o conforto para trabalhar, enquanto que as mulheres só usavam modelos longos, a fim de cobrir todo o comprimento das pernas - mostrar essa parte do corpo era um sinal de desrespeito. Além disso, muitas vezes os homens trabalhavam sem camisa, enquanto que as mulheres estavam majoritariamente cobertas.

Tecidos e roupas simbolizavam padrões sociais que diferiam ao longo dos reinados de cada monarca tailandês. A pessoas mais ricas usavam tecidos elaborados, altamente decorados, incluindo até mesmo fios de ouro ou de prata. Muitos dos tecidos utilizados em ocasiões especiais, como seda e cetim, eram frequentemente importados da Índia e da China. Enquanto isso, nas classes mais baixas predominava o algodão.

Roupa tailandesa antiga

Apesar desse tipo de vestuário acabar gastando uma maior quantidade de tecido, ele era amplamente utilizado, tanto pelo conforto, quanto pela versatilidade. Esse mesmo tecido com que se fazia as calças também tinha outros usos: proteger-se do frio, repelir mosquitos e outros animais, além de ser utilizado como toalha de banho. 

Enquanto isso, as calças indianas, também conhecidas como harém, também surgiram desse pedaço de pano retangular, que era difundido por diversos países da Ásia. Lá na Índia ele era conhecido como "dhoti", "pancha", "mardani"ou "veshti", e era utilizado majoritariamente por homens.

Calça Dhoti Indiana

Hoje, as calças indianas são amplamente utilizadas no mundo, por pessoas de ambos os sexos. Geralmente são largas, têm o gancho baixo e um elástico inferior na altura do tornozelo. Assemelham-se muito com as calças tailandesas, e muitas vezes fica até mesmo difícil diferenciar as duas, já que as culturas, os cortes e os tecidos já se misturaram bastante.

 Loja Calça Thai


Como passar as peças feitas de rayon?

O rayon, ou seda vegetal, é um dos materiais mais utilizados na produção da Calça Thai e já foi discutido aqui mesmo no nosso blog. É um tecido originado da celulose e considerado vegano, ou seja, apesar de não ser completamente natural, não há a exploração de animais para que ele seja produzido. O rayon é bastante conhecido por ser um tecido leve, suave, ao mesmo tempo que respirável e resistente. 

Calça Thai Azul

Aqui na Calça Thai, as coleções em rayon são as calças Clássica, Pavão, Thai, Flor, Conforto e Pena, enquanto as outras são feitas de algodão convencional.

Calça Pavão Rosa

Para sua lavagem, é recomendado lavagem à seco, à mão e à máquina com água fria no ciclo delicado, por ser um tecido sensível. Também temos um post sobre outras alternativas para lavar suas roupas com consciência e preocupação ambiental, utilizando sabão em pó caseiro, bolinhas ecológicas ou sabão orgânico. Porém, dependendo da lavagem, é possível que as calças feitas de rayon formem alguns vincos ou mesmo enruguem um pouco. Para remover e mesmo evitar essas imperfeições, aqui vão algumas dicas:

  • Passe sua calça de rayon em baixo nível aquecimento do ferro de passar, utilizando uma configuração baixa. Temperaturas altas podem queimar o rayon;
  • Passe a peça por determinadas áreas e evite puxá-la para não causar deformação;
  • Vire as peças ao avesso quando estiver passando, já que a área em contato com o ferro pode desenvolver uma leve luminosidade;
  • Não utilize vapor ou spray. O rayon perde a tensão quando molhado, e adicionar vapor pode deixar o tecido mais vulnerável a algum dano quando estiver sendo passado; 
  • Passe sua peça com alguma proteção. Se você quer evitar o brilho que aparece quando se passa o rayon, lembre-se de utilizar uma barreira protetora. Você pode colocar uma toalha de mão na área que você quer passar e fazê-lo com a toalha por cima. Use apenas barreiras protetoras limpas e resistentes ao calor, como um tecido de algodão. Algumas pessoas também recomendam utilizar papel alumínio, mas é possível que o papel seja superaquecido e isso pode levar a queimaduras.

Calça Clássica Branca

Lembrete: sempre deixe as configurações do seu ferro de passar no nível mais baixo de aquecimento. Ainda que possa demorar um pouco mais para que a peça fique lisa e suave, adicionar calor excessivo ao rayon pode causar danos ao tecido.

Ainda ficou alguma questão? Se tiver mais dúvidas de como cuidar da sua Calça Thai, confira aqui o guia que preparamos para te ajudar!

Loja Calça Thai


100% algodão – mas o que é esse tecido?

Você já pensou de onde o algodão vem e porque a gente gosta tanto dele? Além de leve e confortável, o algodão é natural – diferente de outros tecidos, como a lã, por exemplo, o algodão não é originado de animais. Sendo assim, além de uma produção mais limpa, o seu descarte também é mais sustentável, já que é um material orgânico que demora apenas cerca de três meses para ser completamente decomposto.

Algodão planta foto

O algodão é uma fibra branca que se desenvolve em volta de sementes de algumas espécies de plantas, pertencentes à família Malvaceae. É considerado um tecido vegano, já que sua origem é vegetal. É uma planta subtropical e tropical, encontrada em grande escala no Brasil e também na Tailândia, além de México, Austrália e África. Uma curiosidade é que os fragmentos mais antigos de algodão foram encontrados em países asiáticos.

Originalmente, o algodão começou a ser utilizado na China para se fazer papel e também encadernar livros. No Brasil, os povos indígenas já conheciam o algodão e dominavam sua produção desde antes do descobrimento - eles convertiam o algodão em fios a fim de produzir redes e cobertores. Já as folhas da planta eram utilizadas para a cura de feridas, seguindo técnicas da medicina natural indígena.

Por ser considerado um tecido delicado e macio para a pele humana, ele é utilizado para se produzir diversos produtos que entram em contato direto com nosso corpo, como vestimenta e roupas de cama. Isso ocorre porque o algodão não agride nossa pele, ou seja, é agradável tê-lo em contato com o corpo mesmo por grandes períodos de tempo - quando dormimos, por exemplo. Além disso, é um tecido que permite grande “respirabilidade”, o que significa que ele não sufoca nossa pele.

algodão roupa cama

Na Calça Thai, utilizamos dois principais tipos de tecido. O primeiro é o rayon, também desenvolvido em um processo que utiliza matérias primas naturais. O rayon é mais indicado para climas quentes, já que é um tecido mais leve e fino. Não adere ao corpo e possibilita muito conforto e movimento. O segundo é o algodão, do qual estamos falando aqui. Por ser um pouco mais grosso, o algodão é indicado para climas mais frescos. Isso não significa que o caimento é comprometido: o corte que utilizamos na Calça Thai preza pelo movimento independente do tecido, e claro, qualidade e beleza estão sempre na linha de frente.

Ficou com vontade de ter esse tecido mais pertinho? Os modelos femininos Mata, Onda, Pescador, Pescador 3/4 e os masculinos Om e Evolução são feitos 100% de algodão.

Loja Calça Thai


Você conhece o algodão Rayon?

31 Julho 2015
15 Comentários

Escrito por Calça Thai

Aqui na Calça Thai fazemos calças mas também somos amantes da Tailândia e da cultura tailandesa.

Você conhece o algodão Rayon?

Algumas das calças da nossa loja online são produzidas com o algodão rayon, mas você sabe o que isso quer dizer? O algodão rayon é uma fibra desenvolvida num processo que utiliza matérias primas naturais, como polpa de madeira (celulose), para produzir um tecido que se assemelha muito ao algodão e ao linho.

Leia mais →